Estabelecido em dezembro de 2015 pelo Conselho de Estabilidade Financeira (FSB), a Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima (TCFD) desenvolveu recomendações consistentes relacionadas ao clima, para uso das empresas no fornecimento de informações a credores, seguradoras, investidores e outras partes interessadas. As recomendações são baseadas nos pilares governança, estratégia, gestão de riscos e métricas/objetivos.

Denise lembra que, no início da elaboração da Força-Tarefa, o grupo analisou o regulamento brasileiro e já viu o Banco Central como referência por conta de suas ações. “A gente fica muito feliz com esse movimento sendo feito agora”, disse, referindo-se à inclusão da vertente sustentabilidade na Agenda BC#. “Estamos começando a ver movimentos concretos para viabilizar finanças realmente verdes.”